loader
Por Biuti
Publicado em Curiosidades

O tabaco é considerado um factor de risco para uma série de doenças orais.

Entre os principais danos à boca causados pelo fumo estão o cancro da boca, a doença periodontal e a halitose (mau hálito). O fumo também causa manchas nos dentes, língua e mucosas.

Reunimos 8 perguntas sobre este assunto e durante 8 dias vamos partilhar consigo!

Esperamos que seja útil!


1. O tabaco causa mau hálito?
Sim, os produtos da combustão do tabaco são uma das principais causas de mau hálito, também denominado halitose. Os odores do fumo inalado são expelidos durante a fala e respiração.
O tabaco, associado a uma má higiene da boca, pode tornar o hálito extremamente desagradável.

2. É possível perder os dentes devido ao fumo?
Sim, vários estudos comprovam a associação do hábito de fumar com a doença periodontal. A principal causa da doença periodontal é a acumulação de placa bacteriana nas superfícies dos dentes. Pesquisas afirmam que os fumadores têm uma maior acumulação de placa que os não fumadores e que as bactérias presentes nessa placa são mais agressivas, podendo causar formas mais graves de doença periodontal.

3. Por que os dentes e as gengivas escurecem?
Entre os componentes do cigarro está a nicotina, que se acumula nas superfícies dos dentes, causando uma pigmentação escura.

4. O cigarro pode provocar problemas na salivação? Quais as consequências?
Sim. O cigarro causa uma diminuição da secreção salivar, deixando uma sensação de boca seca denominada xerostomia, e aumenta o risco de cáries. A saliva tem um papel importante na proteção da boca, do epitélio gastrointestinal e da faringe. Tem substâncias fundamentais para a limpeza da boca e equilíbrio da microflora bucal.

5. O hábito de fumar pode causar que tipos de cancro na região da boca e da garganta?
O tabagismo está relacionado com o cancro do lábio e da cavidade oral (cancro da boca), faringe, laringe e esófago. Dependendo do tipo e da quantidade de tabaco consumido, os fumadores tem uma probabilidade 4 a 15 vezes maior de desenvolver cancro de boca do que os não fumadores.

6. Há mudanças no paladar?
Sim, o fumador tem alterações no olfacto e no paladar.
O fumo causa atrofia das papilas gustativas da língua, ocasionando diminuição do paladar, especialmente nos alimentos salgados.

7. O que fazer para a prevenção?
Mais importante que tratar, é prevenir!
O fumador deve realizar visitas regulares ao dentista, fazendo um acompanhamento dos dentes, gengivas e principalmente da mucosa oral.
O paciente é alertado para os riscos que o tabaco provoca na sua saúde e é orientado a minimizá-los ou ajudado a que pare de fumar.

8. O autoexame
Como o próprio nome indica, é um exame feito pelo próprio paciente.
Deve colocar-se diante de um espelho, em local iluminado, inspecionando todas as superfícies da boca, principalmente a parte posterior da língua e céu da boca.
O que deve procurar:
- Feridas ou úlceras que não cicatrizem por mais de 15 dias;
- Manchas ou placas esbranquiçadas que não são removidas por raspagem;
- Manchas ou placas avermelhadas;
- Lesões nodulares, endurecidas;
- Inchaços na boca ou no pescoço.
Este exame não substitui o exame feito por um profissional especializado.


Partilhar:


Please fill out all required fields